O Estado de Construção em Hebraico – O Smichut

No Estado de Construção, ou Construto, também chamado de Smichut em Hebraico, há a característica do ajuntamento de palavras para se chegar a uma ideia nova (nem sempre).

Há junção de palavras, de forma semelhante ao que ocorre com os substantivos compostos do Português, e muitas vezes se torna semelhante ao caso genitivo – que é uma relação gramatical que muitas vezes indica a posse, quando alguma coisa pertence a algo ou alguém.

Essa relação é geralmente expressa em Português, por meio da preposição “DE“.

Bons exemplos seriam as palavras pé DE moleque, sala DE jantar, e etc.

SUBSTANTIVO + SUBSTANTIVO

substantivo + substantivo no estado construto

O termo “caixa de madeira” em Hebraico, por exemplo, ilustra bem o caso construto de substantivo mais substantivo. Neste caso, temos um “substantivo principal” – CAIXA, e outro que “qualifica” o tipo de CAIXA que está em questão, – MADEIRA.

Escrevemos em Hebraico ARON ETZ, que literalmente significa CAIXA MADEIRA, porém a preposição “DE”, é geralmente SUBENTENDIDA na tradução (mas não em 100% dos casos).

aron etz, caixa de madeira

EXERCÍCIOS

har sinay, monte sinai, ner leohiym, lâmpada de deus, keliy nechoshet, vaso de bronze

gênesis 28:5 em hebraico

MUDANÇA DE VOGAIS

Na ilustração que aparecerá logo abaixo, há alguns pontos que gostaria de destacar, pois nos ajudarão a entender o SMICHUT das palavras:

  1. Há entre os vocábulos BEN-BETUEL, “filho de Betuel”, um HÍFEN que em Hebraico chamamos MAKAF;
  2. Vemos também nesse exemplo, a existência do estado ABSOLUTO das palavras, que é a forma como um vocábulo aparece no seu original, como no dicionário; e a existência do estado construto – dando posse.
  3. É possível perceber que no Estado Absoluto, o substantivo BEN, “filho”, se escreve com uma vogal longa, a Tserê; enquanto que no construto há mudança da vogal longa por uma vogal breve, a Segol.
  4. Isso ocorre porque o Estado Construto “comprime” a palavra, abreviando as vogais.

o estado absoluto e o estado construto

Vamos iniciar nesta aula,  o estudo das regras de mudança de vogais, para fazer funcionar o estado construto.

A VOGAL “A” LONGA

A vogal longa KAMATZ muda para uma vogal breve PATACH, quando em uma sílaba final (a última sílaba da palavra) e fechada (CVC = Consoante + Vogal + Consoante).

iam suf, mar de juncos, kamatz para patach, construto

heichal, palácio, mishpat, justiça, kochav, estrela

gênesis 27:17 em hebraico

AS VOGAIS KAMATZ E TSERÊ NÃO ACENTUADAS

As vogais longas KAMAZ e TSERÊ, em sílabas átonas, quando no construto, são trocadas por um SHVÁ.

tsavah, tsevah, kamatz e tsere no construto

navi, levav, avon

números 20:5 em hebraico

A TSERÊ EM SÍLABAS FECHADAS

As VEZES, ao final de uma sílaba fechada, a vogal longa “Ê”, TSERÊ, é trocada por uma vogal breve PATACH, como na palavra YATED (ESTACA), que muda para YETAD (ESTACA DE…).

estaca da tenda

TERMINAÇÕES FEMININAS

A terminação feminina AH – vogal longa KAMATZ + HEY, muda para KAT  – vogal breve PATACH + TAV.

malkat shevah, rainha de sabá

tefilah, oração, olah, sacrifício, chochmah, sabedoria

gênesis 11:9 em hebraico

regras do construto