A Genealogia de Jesus Filho de Davi Filho de Abraão

A Genealogia de Jesus (Yeshua em Hebraico), que está presente no Evangelho de (em Hebraico מַתִּתְיָהוּ Mattityahu) – Mateus 1:1-17, é tema de muitas discussões controversas, especialmente no que se refere a árvore genealógica do grande rei Davi.

Há muitos céticos que criticam a Messianidade de Jesus (Yeshua), e justamente usam deste trecho de Mateus como base de sua descrença no Novo Testamento.

Mas, neste estudo, nós vamos começar uma análise das circunstâncias que envolveram o Nascimento de Jesus e a Sua genealogia. Apesar do ceticismo de alguns, vamos tentar entender do porquê a descrição desse evento fundamental para a Salvação da humanidade se deu da forma como está escrita nos Evangelhos.

E ainda mais, quais seriam as mensagens, o ensino que o Eterno quer nos passar com o nascimento do Salvador e de Sua Genealogia? Vamos juntos para mais um Estudo Bíblico, sem deixar, como sempre, de consultar os manuscritos mais antigos em Hebraico Bíblico.

genealogia de jesus

Jesus é o Primeiro e o Derradeiro.

A GENEALOGIA DE JESUS

Mateus traz a Genealogia de Jesus por meio do Seu “pai adotivo” Yossef (José em Hebraico), para mostrar que Yeshua tinha o direito legal ao trono de David, através da descendência de Salomão.

Enquanto que em Lucas, a genealogia de Yeshua vem por meio de Sua mãe, Miriam (o nome de Maria em Hebraico), o que vem a estabelecer que Jesus é a raiz de Davi, por meio de Natan (Lucas 3:23-38).

LIVRO DAS GERAÇÕES DE JESUS FILHO DE DAVI, FILHO DE ABRAÃO

Livro da geração de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão.
Mateus 1:1-1

Este verso acima, em Hebraico está escrito assim:

אלה תולדות ישוע בן דוד בן אברהם

Há uma beleza nestas palavras, que só é possível ver se lermos este verso no seu original Hebraico. Esta abertura do Sefer Mattityahu – o livro de Mateus – faz um paralelo lindíssimo com a abertura da Torá, no Sefer Bereshit – no Livro de Gênesis:

בְּרֵאשִׁית, בָּרָא אֱלֹהִים, אֵת הַשָּׁמַיִם, וְאֵת הָאָרֶץ

No princípio criou Deus o céu e a terra.
Gênesis 1:1-1

Os dois versos, tanto Mateus 1:1, quanto Gênesis 1:1, têm exatamente 7 (sete) palavras em Hebraico. Uma alusão aos Sete Dias da Criação.

Os dois versos podem ser divididos em duas partes. Na primeira, contamos as três primeiras palavras, e na segunda parte contamos as quatro últimas palavras.

Na primeira parte lemos:

  1.  אלה תולדות ישוע – Eleh Toldot Yeshua – Estas são as Gerações de Jesus – Aqui vemos a Geração de Jesus;
  2. בְּרֵאשִׁית, בָּרָא אֱלֹהִים – Bereshit Bara Elohim – No Princípio Criou Deus – Aqui vemos Deus Gerando/Criando o Mundo.

Nos dois casos acima, Criação/Geração são as segundas palavras em Hebraico –  e os substantivos Jesus / Elohim (Deus), são as terceiras Palavras.

No próximo “jogo” de três palavras, ocorre também este paralelismo:

  • בן דוד בן אברהם – Ben David Ben Avraham – Filho de Davi, Filho de Abraão;
  • אֵת הַשָּׁמַיִם, וְאֵת הָאָרֶץ – Et haShamayim veet haAretz – Os Céus e a Terra. 

Nos dois exemplos, nós temos duas frases em que as palavras iniciais apontam para as seguintes. Como assim ??? Você já vai compreender o meu ponto.

Em Mateus, as primeiras frases “Estas são as gerações de Jesus” apontam para “Davi, e Abraão”, atribuindo a esses dois grandes personagens Bíblicos como sendo a “fonte” da geração de Yeshua.

Em Gênesis as duas frases “no princípio”, e “criou Deus” apontam para as palavras “Céus” e “Terra”, como sendo os objetos de Criação. E em que isso nos interessaria? Respondo:

É como se Mateus estivesse narrando uma estrutura paralela e similar ao Gênesis, mas fazendo o sentido inverso da Criação. Em Gênesis 1, Elohim cria os céus e a terra – e o homem, Adão, é retirado da terra, do pó da terra – o que com o decorrer da história vai levar ao surgimento de Abraão e Davi.

Em Mateus 1 Yeshua (que é Elohim), é gerado por meio de Abraão e Davi, que vieram de Adão – e este último veio diretamente de Elohim.

Em Gênesis 1 Elohim GERA a Criação, e em Mateus, IRONICAMENTE, a Criação “GERA”  a Jesus!

É como se Mateus quisesse dizer que em Yeshua, tudo volta ao Princípio, toda a Criação volta para o Criador! Algo que Shaul haShaliach (Paulo) afirma também na sua carta aos Colossenses:

O qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação;
Colossenses 1:15-15

A Tanak, a Bíblia Hebraica, também conhecida como Antigo Testamento, inicia com Elohim gerando a Criação. Mateus inicia com a Criação gerando Elohim (Yeshua).

É a confirmação Profética de que Yeshua é o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim:

Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, o primeiro e o derradeiro.
Apocalipse 22:13

Sobre o autor | Website

ישראל סילבה Casado com Ana Paula Curty, papai da Sarah Curty, formado em Hebraico Bíblico, Geografia Bíblica, e Contexto Judaico do Novo Testamento, é Especialista em Estudos da Bíblia Hebraica, certificado pelo Israel Institute of Biblical Studies da Universidade Hebraica de Jerusalém; Apocalipsismo Judaico, pela Keets alMayim.

Receba Estudos Bíblicos do Original Hebraico Bíblico!

100% livre de spam.
  • Neo

    Então você crê em Yeshua???

    • ????????

      • Neo

        Eu achei que vc era àqueles rabinos ortodoxos que rejeitam a Cristo.

        • Yeshua é o Eterno! Elohim habitou entre nós, Ele veio na humilde forma de um homem chamado Yeshua haMashiach.