Antigo Testamento Israel Silva

Introdução à Geografia Bíblica – A Terra de Israel

A Geografia Bíblica é uma matéria importantíssima para o entendimento das histórias do Antigo e do Novo Testamentos, muito embora seja com frequência relegada ao segundo plano nos cursos de Teologia.

Um bom exemplo da importância de se conhecer a geografia das terras bíblicas, é demonstrada pela noção, ou imaginação comum, que a maioria das pessoas tem sobre o cenário em que ocorrem as passagens da Bíblia.

Quando se fala das terras de Israel, normalmente as pessoas pensam em um cenário desértico, com muitas dunas de areia, beduínos com seus camelos, peregrinando por lugares inóspitos, completamente secos, sol escaldante, como a ilustração logo abaixo:

a imaginação do cenário da geografia bíblica

Desafiando as Nossas Suposições Sobre a Geografia Bíblica.

Mas essa imagem descreve muito mais a região do deserto do Saara do que a Terra de Israel. A geografia de Israel, que é onde ocorre a maioria das histórias da Bíblia, não pode ser caracterizada como predominantemente desértica.

Israel é muito mais constituído de montes, colinas e vales, com vegetação característica da região do Mediterrâneo, do que por desertos. Isso quebra algumas pressuposições que nós temos a respeito da terra do povo de Deus:

montes, colinas e vales na geografia bíblica

A Terra de Israel com Montes, Colinas, Vales e Vegetação.

QUAL A IMPORTÂNCIA DA GEOGRAFIA?

a geografia bíblica de israel

a importância da geografia em jonas 1:8

Então lhe disseram: Declara-nos tu agora, por causa de quem nos sobreveio este mal. Que ocupação é a tua? Donde vens? Qual é a tua terra? E de que povo és tu? Jonas 1:8

Então, como na ilustração acima, vemos a história do profeta Jonas, que ao desobedecer a Deus, provocou a Sua ira, e o mar se levantou em grandes ondas que ameaçavam despedaçar o navio onde estava.

Os demais tripulantes, vendo a tragédia que os aguardava, perguntam a Jonas: “Donde Vens? Qual a tua terra? E de que povo és tu?”

Veja pelas perguntas que elas revelam que a terra de uma pessoa pode mostrar um pouco das características dessa pessoa. O lugar de origem e o povo que lá habita, tem muito a dizer a respeito de alguém.

Então estudar a geografia bíblica é importante para que possamos compreender:

  1. A própria identidade do povo de Israel; e
  2. Conhecer o Deus de Israel que se revela no texto.

O texto sagrado reúne elementos que são de ordem cultural, geográfica, e elementos linguísticos que muitas vezes a tradução não consegue alcançar.

O texto bíblico faz menção de uma série de aspectos. Nos aspectos geográficos, são citados montes, rios, planícies, montanhas, vegetação. E estes elementos estão elencados no texto bíblico para trazer informações a respeito da narrativa que está se desenvolvendo.

Se a narrativa destaca um ponto físico, cidade, rio, monte, vale e etc, em particular, é porque esses elementos são de muita importância para se compreender aquela narrativa. Isso nos mostra que o completo entendimento daquela história bíblica só é atingido quando estudamos as relações de todos esses aspectos em conjunto.

A GEOGRAFIA COMO FIGURA DE LINGUAGEM

Porque a terra que passas a possuir não é como a terra do Egito, de onde saíste, em que semeavas a tua semente, e a regavas com o teu pé, como a uma horta.

Mas a terra que passais a possuir é terra de montes e de vales; da chuva dos céus beberá as águas;

Terra de que o Senhor teu Deus tem cuidado; os olhos do Senhor teu Deus estão sobre ela continuamente, desde o princípio até ao fim do ano. Deuteronômio 11:10-12

Esse texto de Deuteronômio é muito interessante de analisar do ponto de vista geográfico. Ele traça os pontos das principais diferenças entre a terra do Egito e a Terra de Israel.

O Egito tem praticamente uma geografia plana, e o país se desenvolveu às margens do rio Nilo, que com suas inundações deixava o solo pronto para o plantio e adubado para a agricultura.

Já a terra de Israel tem a sua própria característica acidentada, de vales e montanhas, como já abordamos acima. E o texto usa uma figura de linguagem, “da chuva dos céus beberá as águas“, para se referir que lá a agricultura depende da chuva;  e que por isso, depende de dos céus, e de Deus.

A terra de Israel depende do favor divino, e tem uma atenção especial da parte do Eterno. Não é como no Egito.

OBJETIVOS DO CURSO

Para vocês que nos acompanharem nessa série de estudos que estaremos publicando, gostaria de adiantar um pouco dos assuntos que iremos abordar. Falaremos sobre:

  • Histórias famosas da Bíblia vistas pela ótica da Geografia;
  • Destaque dos locais físicos citados no texto bíblico; e
  • Complementar as histórias da bíblia com as informações geográficas disponíveis dentro das narrativas.
  • Demonstrar que a terra de Israel é pequena mas bem diversa – com regiões variadas;
  • Cada região tem sua peculiaridade paisagista: topográfica, climática, ecológica;
  • Essas características geográficas impactaram os envolvidos nas histórias bíblicas; e
  • Eventos bíblicos ocorreram em determinados locais por uma razão específica.

VISÃO GERAL DA GEOGRAFIA DE ISRAEL

OS NOMES DADOS À TERRA DE ISRAEL

  1. Terra de Israel (Eretz Yisrael – ארץ ישראל);
  2. Terra de Canaã (nome que os Cananeus davam àquela região);
  3. Palestina (terra dos Filisteus – nome dado posteriormente, pelos Romanos, como antagonismo aos Judeus que estavam se rebelando contra o império Romano, e hoje adotado pelos Palestinos da Faixa de Gaza);
  4. Terra Santa (nome dado por Constantino, imperador Romano, principalmente à região de Jerusalém, quando foi estabelecido o Cristianismo Romano);
  5. Terra Prometida (usado para descrever a promessa que o Eterno fez a Abraão, Isaque e Jacó);
  6. Levante (ou crescente Fértil – é o nome técnico, usado principalmente no estudo da geografia); e
  7. A Terra (a forma mais comum que a Bíblia chama Israel).

A LOCALIZAÇÃO DE ISRAEL NO MUNDO

mapa político do oriente médio

A Localização de Israel.

Israel estava, e está, localizado literalmente no centro do mundo antigo, em uma região também conhecida como o Crescente Fértil. É possível notar esse fato por meio dos mapas físicos e políticos do Oriente Médio. No mapa logo abaixo, podemos ver que a Terra Santa ficava “no meio” dos grandes impérios da antiguidade, principalmente o Egípcio e o Babilônico.

mapa dos impérios do antigo mundo bíblico

Podemos perceber que Israel está quase que em um “sanduíche”, nos caminhos que levavam à Europa, África e Ásia, entre os impérios Egípcio, Heteu; os impérios mesopotâmicos Sírio, Assírio, Sumeriano e Babilônico.

mapa israel entre os grandes impérios da antiguidade

Israel Estava no Crescente Fértil, Uma Região de Rios e Agricultura, Entre a Europa, África e Ásia.

AS DIMENSÕES DA TERRA SANTA

as dimensões do moderno estado de israel

Como pudemos ver nas ilustrações e mapas acima, o Estado de Israel é um pouco menor do que o Estado de Sergipe, possuindo 410 km de comprimento (norte-sul, de Metula, no norte da Galileia, à Eilat), e 80 km de largura (do mar Mediterrâneo ao rio Jordão), dando um total de vinte mil quilômetros quadrados, algo muito menor do que os oito milhões de quilômetros quadrados que o Brasil possui.

mapa de israel político

Essas dimensões citadas acima, são do atual Estado de Israel, também conhecido como o Estado Moderno de Israel.

As dimensões do Israel Bíblico são variadas, de acordo com certos pontos na história, com vários limites geográficos descritos nos textos bíblicos.

Na época do rei Salomão, Israel ia de Dã (norte) até Berseba (sul):

E Judá e Israel habitavam seguros, cada um debaixo da sua videira, e debaixo da sua figueira, desde Dã até Berseba, todos os dias de Salomão.
1 Reis 4:25

dimensões do israel bíblico com salomão

Já em Josué vemos que os limites são alargados:

Desde o deserto e do Líbano, até ao grande rio, o rio Eufrates, toda a terra dos heteus, e até o grande mar para o poente do sol, será o vosso termo.
Josué 1:4

dimensões geográficas da terra de israel com Josué

AS FRONTEIRAS NATURAIS DE ISRAEL

as fronteiras naturais da terra de israel

A terra bíblica de Israel tem como fronteiras naturais os seguintes pontos:

  • Ao norte: O rio Litani que vem do Líbano;
  • Ao sul: O Mar Vermelho – Golfo de Ácaba, cidade de Eilat;
  • Ao leste: O vale do rio Jordão; e
  • Ao oeste: o Mar Mediterrâneo.

AS CAMADAS DA TERRA

A terra de Israel pode ser classificada ou separada, didaticamente, em camadas que apresentam um tipo topografia comum. Podemos apontar camadas longitudinais e latitudinais. Lembrando que Longitude se refere à direção Norte-Sul, e Longitude à Leste-Oeste.

a topografia da terra de israel

DO NORTE À BEER-SHEVA

  • Zonas Longitudinais:
    (Norte-Sul)
    •Planície costeira do Mediterrâneo (delineada em vermelho, na ilustração abaixo, ao lado azul do mar Mediterrâneo);
    •Shephelah – Terras baixas, uma região de transição entre as montanhas mais altas e a planície costeira (“rabiscada” em azul claro, na parte sul da ilustração);
    •Montanhas centrais – Topografia de Terras altas (delineada em vermelho);
    •Montanhas de Samaria (delineadas em azul claro, na diagonal);
    •Vale do Jordão (delineado em vermelho no centro da figura); e
    •Planalto Transjordaniano: Amom, Moabe, Edom (“rabiscado” em vermelho à esquerda na ilustração).
a topografia da terra de israel por camadas

As Camadas Longitudinais da Terra de Israel.

  • Vales Latitudinais:
    (Leste-Oeste)
    •Vale de Jezreel – liga o rio Jordão ao mar Mediterrâneo (“risco”horizontal, em azul claro no norte da figura abaixo);
    •Algumas fontes perenes – riachos que saem das regiões mais altas das montanhas e que deságuam tanto para o lado do mar Mediterrâneo, quanto para o lado do rio Jordão e mar Morto (“riscos” horizontais em azul claro); e
    •Muitos leitos de rios secos (wadi).

a topografia das camadas latitudinais da geografia de israel

SUL DE BEER-SHEVA

  • Deserto da região sul:
    •Negev;
    •Desertode Zin;
    •Arava; e
    •Deserto do Sinai.

A DIVERSIDADE GEOGRÁFICA DA TERRA SANTA

A diferença no relevo da geografia da terra de Israel, causa mudanças muito significativas no clima de cada região do país.

Em cerca de 60 a 80 km, saindo do mar Mediterrâneo, até o Mar Morto, a topografia sobre em torno de 800 metros e altura, formando as montanhas centrais de Israel. Depois desce a níveis mais baixo do que o mar Mediterrâneo, formando o fosso do Jordão. Logo em seguida há uma nova elevação chegando a 1000 metros de altura. É o Planalto da Transjordânia.

mapa da topografia de israel

Isso faz com que a temperatura varie muito nas diversas regiões geográficas, podendo ser encontradas as seguintes paisagens climáticas em um mesmo dia na Terra Santa, conforme as fotos abaixo:

A PLANÍCIE COSTEIRA

a planície costeira de israel

A Planície Costeira do Mediterrâneo.

A SHEFELÁ

a shefelá

A Zona de Transição ou Shefelá.

O VALE DE JEZREEL

o vale de jezreel

O Vale de Jezreel.

O MAR DA GALILEIA

mar da galileia

O Mar da Galileia.

NAHAL AMUD, GALILEIA

nahal amud

Nahal Amud, na Galileia.

NAHAL ZEELIM, DESERTO DA JUDEIA

deserto da judeia

BANIAS, GOLÃ

banias, no golã

JERUSALÉM

jerusalém

MAR MORTO

mar morto

RAMON CRATER, DESERTO DO NEGUEVE

deserto do negueve

MONTANHAS DE EILAT E MAR VERMELHO

eilat e mar vermelho

MONTE HERMON, ALTOS DE GOLÃ

monte hermon e altos do golã

GEOGRAFIA DESAFIADORA

A desafiadora topografia da Terra causou uma fragmentação política. Durante o tempo Bíblico poucos governadores foram capazes de unificar todo o território. Ao invés disso, reis regionais individuais tentaram manter o poder tornando-se vassalos de um dos grandes impérios, FAVORECENDO A DIVISÃO TRIBAL do povo.

Ao longo da história de Israel, a maior parte da população preferiu habitar na região das terras altas, as montanhas centrais. Foram poucas as vezes em que os Israelitas desciam até a planície costeira, pois lá estavam os Filisteus, que já naquela época possuíam carros e armas feitas de ferro.

Os Israelitas ainda não dominavam essa tecnologia, e usavam armas de bronze, que é bem menos resistente que o ferro.

Um exemplo de um Israelita que descia constantemente à planície, era Sansão, que acabou por perder a sua vida.

AS ROTAS DO COMÉRCIO MUNDIAL

Através da geografia vemos a localização estratégica de Israel, na junção entre os 3 continentes (Europa, Ásia, África), e entre 2 mares (Mediterrâneo e Vermelho).

Local estratégico para as rotas de comércio que vinham do sul da Arábia para o Egito, e para a região da mesopotâmia e Europa. Todas essas rotas passavam pelas terras de Israel.

Se você estava em um desses quatro pontos geográficos, que eram os grandes centros culturais e comerciais da antiguidade, entre dois mil e mil anos antes de Jesus, você teria que passar por Israel.

É por isso que Israel era uma região de constante batalhas entre os reis do norte e os reis do sul, pois quem controlava o Levante, controlava as rotas do comércio mundial, lucrando muito com os impostos cobrados das caravanas que passavam por ali.

Então o rei do sul se exasperará, e sairá, e pelejará contra ele, contra o rei do norte; este porá em campo grande multidão, e aquela multidão será entregue na sua mão. Daniel 11:11

a posição geográfica estratégica de israel

RESUMO

  • Ligação entre grandes impérios da Antiguidade – Egito e Mesopotâmia;
  • Local de constantes batalhas entre grandes impérios ao Sul e ao Norte; e
  • Estratégico para o comércio e suas rotas.

Assim diz o Senhor DEUS: Esta é Jerusalém; coloquei-a no meio das nações e das terras que estão ao redor dela.
Ezequiel 5:5

E ele sabia que o Jardim do Éden é o santo dos santos, e a casa do Senhor, e o monte Sinai, o centro do deserto, e monte Sião – o centro do umbigo da terra: estes três foram criados como lugares sagrados um defronte para o outro. (Jubileus 8:19)

Sobre o autor | Website

ישראל סילבה Casado com Ana Paula Curty, papai da Sarah Curty, formado em Hebraico Bíblico, Geografia Bíblica, e Contexto Judaico do Novo Testamento, é Especialista em Estudos da Bíblia Hebraica, certificado pelo Israel Institute of Biblical Studies da Universidade Hebraica de Jerusalém; Apocalipsismo Judaico, pela Keets alMayim.

Receba Estudos Bíblicos do Original Hebraico Bíblico!

100% livre de spam.